Parceiros

Para saber mais sobre os parceiros NetPoulSafe e ter contactos, você pode acessar a as páginas dos parceiros clicando no logotipo correspondente na coluna da direita, ou no link do nome dos parceiros.

França : Líder do projeto, ITAVI também está coordenando a criação da plataforma de intercâmbio de conhecimento. A participação do ITAVI inclui coleta de dados, testes em fazendas piloto e atividades de disseminação.

França : Antes de é responsável pela coleta e análise da aplicação das práticas de biossegurança em diferentes etapas da cadeia avícola.

Espanha : CECAV contribuirá ativamente para a divulgação e comunicação do projeto em toda a UE e será responsável, juntamente com o CESAC, pela coleta de dados sobre o AKIS de Aves Espanhóis.

Espanha : CESAC desenvolverá o Manual do Projeto e será responsável pelo CECAV de coletar dados sobre o AKIS de Aves Espanhóis e divulgar os resultados do projeto para eles.

França : Euroqualidade está a apoiar as atividades diárias de gestão, integrando o projeto no panorama de I&I relacionado e envolvido nas atividades de divulgação e comunicação.

Bélgica : UGent desenvolverá novas versões da ferramenta Biocheck.Ugent, para cinco sistemas de produção de aves diferentes, como matrizes, perus, patos, frangos caipiras e poedeiras caipiras. Além disso, Ugent contribuirá para os exercícios de coleta de dados multipaíses.

Universidade de Gante

Bélgica : ILVO está envolvido no recrutamento de partes interessadas, avaliação da implementação e avaliação do cumprimento das medidas de biossegurança nas fazendas que participam deste projeto. A ILVO também está envolvida em atividades de divulgação e comunicação.

França : INRAE é responsável pela tarefa dedicada à análise das bases de dados de biossegurança existentes. O INRAE ​​também participará da maioria das tarefas no NETPOULSAFE.

Hungria : O MATE participa em várias tarefas do projeto NetPoulSafe, incluindo recolha de dados, testes de medidas de apoio em explorações piloto e atividades de divulgação na rede local.

França : SNGTV fornecerá sua experiência veterinária na implementação prática de práticas de biossegurança. A SNGTV participará na divulgação dos resultados do projeto aos veterinários e, por meio deles, aos agricultores.

Itália : UNIPD é responsável pelo estabelecimento e implementação da rede de fazendas piloto. O UNIPD participará da implementação e avaliação das medidas de apoio e criação de conteúdo para divulgação do projeto.

Bélgica : Veterinários é responsável pela comunicação e divulgação nas redes sociais. A Vetworks pode contar com sua experiência e rede para contribuir ativamente para a coleta de dados, testes em fazendas piloto e atividades de disseminação.

Polônia : WULS é responsável por toda a tarefa de coleta e análise de dados de biossegurança. A WULS também é responsável por coletar mais especificamente as medidas de apoio para melhorar a conformidade com a biossegurança nas granjas avícolas.

Holanda : ZLTO está coordenando a criação e gestão das 7 redes nacionais de aves AKIS. A ZLTO também participa da coleta de dados, testes em fazendas piloto e atividades de divulgação.

Hungria : UVMB participa em várias tarefas do projeto NetPoulSafe, incluindo recolha de dados, testes de medidas de apoio em explorações piloto e atividades de divulgação na rede local.